Mais

    Ativista do MTST comandará Secretaria do Ministério das Cidades

    Ativista do MTST comandará inédita Secretaria de Periferias do Ministério das Cidades

    O governo federal nomeou nesta terça-feira o ativista do Movimento dos Trabalhadores Sem-Teto (MTST) Guilherme Simões Pereira para comandar a Secretaria Nacional de Políticas para Territórios Periféricos do Ministério das Cidades. Nomeação foi publicada em Diário Oficial e comemorada por Guilherme Boulos.

    A área é inédita na estrutura do governo federal e será abrigada no Ministério das Cidades, comandado por Jader Filho.

    Em uma rede social, o movimento dos sem-teto descreveu Simões como “militante do MTST, do movimento negro e morador do Grajaú”, na Zona Sul de São Paulo.

    “Enorme honra e responsabilidade! Agora é trabalhar pra que as quebradas sejam o centro da nossa política urbana. A periferia veio pra ficar”, escreveu Simões, também em uma rede social.

    A nomeação foi comemorada ainda pelo deputado eleito Guilherme Boulos (PSOL-SP), que tem histórico de ativismo no MTST e chegou a ser cogitado para assumir o recriado Ministério das Cidades.

    “A periferia vai ser o centro! Nosso companheiro Guilherme Simões foi nomeado para a Secretaria de Políticas para Territórios Periféricos do Ministério das Cidades. Militante do MTST, do movimento negro e morador Grajaú, a voz periférica vai estar bem representada ✊🏾”, escreveu.

    Guilherme Simões Pereira, ativista do MTST nomeado em cargo no Ministério das Cidades — Foto: Twitter/Arquivo pessoal/Reprodução

    O Movimento dos Trabalhadores Sem Terra é conhecido por fazer invasões em propriedades privadas, no ano passado invasores do movimento entraram na bolsa de valores de São Paulo (B3) . Segundo os manifestantes, a bolsa é o maior símbolo da especulação e da desigualdade social.

    MTST invade a bolsa de valores – Reprodução / Internet

    leia também

    guest
    0 Comentários
    Inline Feedbacks
    Ver todos comentários
    0
    Faça um comentáriox